domingo, 27 de novembro de 2011

Suzanne Brockmann - Comentário

Fiz a minha estreia nesta autora com 3 livros da Harlequin, da colecção Tall, Dark & Dangerous, uma série sobre SEALs.
Devo dizer que fiquei fã. Gostei tanto da escrita da autora como do "mundo" dos Marines (que já conhecia um pouco dos livros da Robyn Carr). Eles confiam inteiramente na sua equipa e fariam tudo para os salvar.

Não tenho mais nenhum e não sei se a Harlequin vai continuar a publicar a colecção, em todo o caso, mesmo que tivesse mais algum, a pausa ia ser feita na mesma porque ler assim 3 livros de enfiada dá começa a cansar um pouco. Se os restantes livros não forem publicados em PT, tenho dúvidas que os venha a comprar em EN, mas seria uma série interessante para continuar. A ver vamos...

Um verdadeiro príncipe
A sua missão aparentemente fácil revelara-se… quase impossível!

Veronica St. John enfrentava o maior desafio da sua vida. Em apenas dois dias, tinha de ensinar a um desagradável membro das Forças Especiais do Exército como agir para se fazer passar por um príncipe europeu que estava a ser ameaçado por um grupo de terroristas. Era uma missão complicada, no entanto Veronica tinha a certeza de que conseguiria… até conhecer Joe.

Apesar de fisicamente ser muito parecido com o bonito príncipe, o tenente Joe Catalanotto não tinha nada a ver com o afectado aristocrata. Tudo nele, desde a arrogância dos seus olhos ao seu sotaque nova-iorquino, demonstrava que era um homem normal, não um príncipe. Apenas com um encontro, Veronica soube que seria impossível transformá-lo num membro da realeza. Pelo contrário, Joe estava completamente convencido de ter tudo o que era necessário para levar a bom porto aquela missão.

Neste primeiro livro, é-nos dado a conhecer o comandante da Equipa Alfa dos SEALs, Joe Catalanotto. A sua experiência a vários níveis e uma semelhança física incrivel com o Principe da Ustanzia, irão ser fundamentais para a missão que lhe é proposta e que quase põe fim à sua vida. No entanto, semelhança física é tudo o que Joe tem de semelhante com o Principe e cabe a Veronica ensinar-lhe tudo o que deve fazer e saber para que a sua missão seja um sucesso. Ou talvez não tudo...
Gostei bastante deste livro. Gostei da história em si e da forma como se desenvolveu e quando sabemos que estamos no início de uma série e nos dá vontade de saber mais sobre ela e queremos começar logo a ler o livro seguinte, é um indício bastante bom.

Classificação: 8 Muito Bom

O mesmo amor
Lucy Tait sonhava com Blue McCoy desde a adolescência. Agora que o bonito militar da Marinha americana regressara à cidade, Lucy apercebia-se de que nada mudara. Contudo, agora, ela era uma agente da polícia e Blue era acusado de assassinato. À medida que a investigação se tornava mais profunda, o mesmo se passava com a sua relação. Tinham de lutar juntos pelo futuro de Blue antes que ambos perdessem o coração… 

Convidado para o casamento do meio-irmão com a sua ex-namorada, Blue, o braço direito de Joe do livro anterior, vê-se envolvido numa confusão que apenas vai conseguir ultrapassar graças à ajuda de Lucy Tait, uma recente polícia, que sempre teve um fraquinho por Blue.

Gostei deste livro, mas não tanto como o anterior. É sempre bom voltarmos a rever personagens de livros anteriores mas a teimosia do Blue já estava a começar a ser demasiado exagerada.
Classificação: 7 Bom
Outra forma de amar
Também teria de aprender a assumir uma paixão... Para Alan Francisco, Frisco, pertencer à unidade de Operações Especiais da Marinha não era apenas um trabalho, mas algo que definia a sua identidade. Mas uma bala tinha posto em perigo a sua existência... Como ia entrar em combate se mal podia caminhar? No entanto Frisco estava empenhado em recuperar completamente. Contudo, a inesperada aparição da sua sobrinha de cinco anos deixava-lhe pouco tempo para outras actividades que não fossem cuidar da menina. Sabia ainda menos de crianças do que de como iria conseguir recuperar a sua antiga vida com as suas feridas, mas não estava disposto a aceitar a ajuda da sua vizinha Mia Summerton. Ele não precisava da ajuda de ninguém para cuidar da sobrinha, nem para aprender a assumir as suas próprias limitações. Nem, como era óbvio, para se apaixonar.

Frisco é um ex-SEAL da equipa Alfa que está em recuperação após ter sido ferido em combate. Quando o hospital militar o considera como inapto e o manda para casa... Casa? O que é casa? Será uma das muitas coisas que Frisco irá descobrir, assim como cuidar de uma criança de 5 anos e redescubrir que mesmo para uma pessoa que mal consegue andar, o amor é sempre possível.

Este, dos 3, foi talvez o mais intenso a nivel de emoções. O facto de ter uma pessoa com dificuldades motoras, que lhe impedem muitas tarefas básicas do dia a dia, o facto de ter uma criança e com tudo o que é inerente a esse facto, fez com que este livro me tocasse muito mais no coração. A teimosia sempre presente (e muito) do personagem principal também já me irritava um bocado, mas era compreensível, tendo em conta a situação.
Classificação: 8 Muito Bom

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Compras Novembro

Este mês foi uma desgraceira. Numa de Momentos Wook e packs promocionais no Continente, comprei 6 livros ao todo. No então, fiz compras por um bom valor.

Encantamento - Saga Os Donovan - NR
Sinopse:
A enigmática Anastasia Donovan faria qualquer coisa para salvar a vida da filha, Boone Sawer… nem que para isso tivesse de arriscar a sua própria vida e revelar o seu grande segredo ao homem que lhe roubara o coração.


Beleza Assassina - Chelsea Cain
Sinopse:
Ela é bela. Ela é brilhante. Ela é uma assassina.

Após dez anos no encalço de Gretchen Lowell, o detective Archie Sheridan é raptado e torturado durante dez dias pela lindíssima serial killer. Mas, no final, ela decide, misteriosamente, libertá-lo e entregar-se às autoridades.
Gretchen é condenada a prisão perpétua, enquanto Archie é condenado a outro tipo de prisão: viciado em vários medicamentos, não é capaz de regressar à sua antiga vida e não consegue esquecer aqueles dez dias de tortura... nem Gretchen.
Quando outro assassino começa a raptar e assassinar raparigas adolescentes de Portland, Archie é convidado a voltar ao activo e a liderar a equipa que vai investigar os crimes recentes.
A nova investigação dará início a um jogo mortal entre Archie, o novo assassino e... Gretchen Lowell.
 

O Domador de Paixões - Catherine Anderson (não é esta capa que tenho, é a da Arcádia, semelhante com a do livro seguinte)

Sinopse:
Molly Wells é uma mulher que arrasta consigo muitos segredos. Nomeadamente o do motivo que a levou a roubar um valiosíssimo garanhão ao ex-marido e a empreender com ele uma viagem de centenas de quilómetros, através do Oregon, para o levar ao rancheiro Jake Coulter, um conhecido domador de cavalos.
Ou o da razão porque chega ao rancho deste sem emprego, sem dinheiro e com um medo horrível do ex-marido, que ameaça ainda controlhar-lhe a vida. Molly está disposta a quase tudo para salvar Sonora Sunset, e nem sequer se apercebe qye é ela própria quem precisa de salvar-se... e muito menos que Jake é o homem que pode dar-lhe aquilo que ela necessita.

O Sol da minha Vida - Catherine Anderson
Sinopse:
Há cinco anos, a vida de Laura Townsend ficou quase destruída devido a uma lesão cerebral que lhe afectou enormemente a fala e a forçou a abandonar uma brilhante carreira. No entanto, apesar das dificuldades, ela nunca perdeu o seu espírito luminosos. Agora tem um bom emprego numa clínica veterinária - e um lindíssimo patrão que enche o seu coração de sonhos. Mas o veterinário Isaiah Coulter merece uma mulher que consiga estar à sua altura. E Laura conclui que, por vezes, amar um homem significa deixá-lo seguir o seu caminho. 

 
Medo - Jeff Abbott
Sinopse:
Miles Kendrick está no Programa de Protecção de Testemunhas para se esconder da Máfia. Mas nenhum programa o protege de ser atormentado pela morte do amigo. Com a ajuda da psiquiatra Allison Vance. Miles tenta agarrar-se ao que lhe resta da sua lucidez para recordar os acontecimentos daquela noite trágica.
Depois de um ataque bombista ao seu escritório. Allison morre e Miles vê-se apanhado numa conspiração mortal que se repercute muito para além dos seus piores pesadelos. Perseguido por um ex-detective do FBI. mas apoiado por um ex-soldado e uma mulher reclusa na sua própria casa. Miles tem pela frente uma batalha para recuperar a sua vida - ou para simplesmente se manter vivo.  

O Ladrão de Arte - Noah Charney
Sinopse:

Em O Ladrão de Arte, três roubos são investigados simultaneamente em três cidades, mas estes crimes aparentemente isolados têm muito mais em comum do que se possa imaginar.
Roma: Na pequena igreja barroca de Santa Giuliana, uma peça de altar desaparece sem deixar rasto a meio da noite.
Paris: Na cave da Society Malevich, a conservadora Geneviéve Delacloche fica chocada ao reparar que o grande tesouro da Sociedade desapareceu, Branco Sobre Branco do Suprematista Kasimir Malevich.
Londres: Na National Gallery of Modern Art, a última aquisição é roubada apenas algumas horas depois de ter sido comprada por mais de seis milhões de libras. Repleto de detalhes históricos fascinantes, diálogos intrigantes, e um enredo de puxar pela cabeça, este primeiro romance de Noah Charney é sofisticado, elegante, e tão irresistível e multifacetado como uma obra de arte. 

Compras Outubro

Fascinação - Saga Os Donovan - NR
Sinopse:
Todos eles receberam um legado mágico…

Desesperada por encontrar um bebé sequestrado, a detective Mary Ellen Sutherland teve de se resignar a aceitar a ajuda duvidosa de Sebastian Donovan. O que Mary não esperava era descobrir que os poderes divinatórios de Sebastian eram tão fortes como o seu incrível talento para a sedução.




Uma voz na noite - Sandra Brown
Sinopse:
Para Paris Gibson, o seu popular programa de rádio nocturno é ao mesmo tempo uma fuga e o seu contacto real com o mundo exterior.
Desde que se mudou para Austin para mitigar a dor dos passados erros trágicos, Paris leva uma vida solitária, ganhando vida apenas quando apresenta o seu programa. Para os ouvintes fiéis é uma amiga sensata e de confiança, que não só acede aos seus pedidos de música como ouve também os seus problemas e, ocasionalmente, dá conselhos.
O mundo de isolamento de Paris é, porém, gravemente ameaçado quando um ouvinte – um homem que se identifica apenas como «Valentino» - lhe diz que os conselhos que deu à mulher que ele ama a levaram a abandoná-lo e que agora ele próprio pretende vingar-se. Primeiro planeia matar a rapariga que já raptou, dali a 72 horas, e a seguir virá atrás de Paris.
Com a ajuda da polícia de Austin, Paris entra numa corrida contra o tempo, num esforço para encontrar Valentino antes de ele poder cumprir a ameaça de matar – e de matar de novo. Para seu espanto, descobre que uma das pessoas com quem tem de trabalhar é o psicólogo criminal Dean Malloy, um homem com quem partilha um passado que teve um efeito catastrófico na vida de ambos. A sua presença desperta paixões antigas, obrigando Paris a confrontar as memórias dolorosas que tentava esquecer.
Enquanto o relógio continua a avançar, e as ameaças de Valentino de se aproximar se vão tornando realidade, Paris vê-se de repente obrigada a lidar com um assassino que, afinal, pode não ser um desconhecido. 


Ricochete - Sandra Brown

Sinopse:
Não acreditaram nela… até ser demasiado tarde Quando o detetive Duncan Hatcher é chamado à mansão do juiz Cato Laird para investigar uma morte, compreende que a discrição é a chave para manter o seu emprego. Elise, a mulher-troféu do juiz, afirma ter matado a tiro um gatuno em legítima defesa, mas Duncan tem quase a certeza de que ela mente. A investigação que faz ao passado pouco suspeito de Elise convence-o de que ela é mentirosa, manipuladora e, mais do que provavelmente, uma assassina.
Mas quando Elise desaparece…
Sem saber em quem acreditar, Duncan vê-se envolvido na investigação de um homicídio que desafia a sua lógica, o seu infalível instinto e a sua inabalável integridade. Não confia em ninguém, exceto na palavra do criminoso que prometeu eliminá-lo. E confia ainda menos na mulher que mais deseja.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Livros lidos sem comentários individuais

Sempre Fiel - Robyn Carr - Classificação: 7 - Bom
Tal como no livro anterior, a sensação que me ficou no final não foi a mesma que nos dois primeiros. Ainda assim um livro com emoções intensas e que vale a pena continuar a seguir. Par principal: Paul Haggerty e Vanessa.








Calafrio - Sandra Brown - Classificação: 6 - Bom, mas recomendado com reservas
Este foi primeiro livro que li da autora e foi um livro em que me tive que obrigar a terminar. Ao contrário de várias outras opiniões que já li, este livro nunca me faria voltar a ler mais nenhum da autora. No entanto, também tive conhecimento de outras opiniões em que me disseram que, dos livros editados cá, este tinha sido o que menos tinham gostado. Por isso e (des)graças a um pack da FNAC comprei mais dois que me foram "garantidos" como bem melhores que este. Assim espero.





Trilogia da Herança - Nora Roberts
Uma das últimas trilogias "mais importantes" que me faltava ler desta autora. Não há muito a dizer. É mais uma trilogia à moda de Nora Roberts. Eu, como adoro sequelas dos livros, é raro não gostar de uma trilogia.
Em cada livro é-nos dada a conhecer com mais pormenor cada uma das irmãs Concannon. Maggie, completamente impulsiva e criativa; Brianna que é tipo com um vulcão adormecido e Shannon, a mais recatada e desconfiada. Não tenho uma preferida mas gosto de vários pormenores de cada uma. Ainda assim, se tivesse que escolher alguma parecida comigo, seria a Maggie. Adorei os personagens masculinos, em especial o Grayson Thane, do 2º livro. O sentido de humor dele foi a cereja no topo do bolo neste livro.

Classificações:
Herança de Fogo - 8 - Muito bom
Herança de Gelo - 9 - Excelente
Herança de Vergonha - 8 - Muito bom

Trilogia dos Arquitectos - Nora Roberts

Livros com uma temática um pouco diferente do habitual: arquitectos e mundo da construção civil. Ao contrário do que se possa pensar e porque estamos a falar de NR, não temos livros cheios de piropos pirosos nos assolariam à mente quando pensamos neste tema. Temos sim, homens e mulheres fortes, com uma grande determinação, mas que no final acabam por ser "pares" à la Nora Roberts.
O terceiro livro, é um livro histórico (é a história escrita pela protagonista do primeiro livro). Como eu não sou adepta de livros históricos e muito menos no Far West, estava muito reticente em relação a este livro. No final, arriscaria-me a dizer que foi o que mais gostei dos três.

Classificações:
O Homem dos meus sonhos - 8 - Muito bom
Construir um amor - 8 - Muito bom
Sem lei - 8 - Muito bom

Tentação ao vento - Robyn Carr -  6 - Bom, mas recomendado com reservas
Neste livro, as personagens principais são Shelby, prima de Vanessa, e Luke Riorda, um ex-piloto de helicópteros de combate. Devo dizer que, até agora, este foi o livro que menos gostei desta colecção. A história destes dois foi um bocado maçuda, especialmente quando também aparece um novo casal com uma história bem mais interessante e que é muito pouco desenvolvida, fica meio pendurada e, pelos vistos, não vai ter um livro próprio.





Salva-me - Guillaume Musso - 5 - Razoável
Já li vários livros deste autor e, se este tivesse sido o primeiro livro que tivesse lido dele, provavelmente não teria lido mais nenhum e teria perdido grandes livros. É um bom exemplo de que não se deve abandonar ou seguir um leitor só por uma boa ou má experiência isolada.
A sinopse deste livro dava a entender que iriamos ter uma história com muito mais acção e interesse do que realmente foi. Este livro transmitiu-me, essencialmente, stress e não é, com toda a certeza, o que procuro num livro.


Tua para sempre - de Luanne Rice e Joseph Monninger - Classificação: 5 - Razoável
Mais uma vez tentei ler um livro desta autora e, apesar de ter sido escrito por duas pessoas, foi outro livro que não me cativou nada. Este livro é uma troca de cartas entre um ex-casal, após a dura perda de um filho. Cada um tenta seguir o seu caminho mas algo ainda os liga, e vão descubri-lo através da troca de cartas. Não sei se, por exemplo, a Luanner escreve a parte da mulher e Joseph a parte do homem, o que é certo é que a escrita nas cartas Sam é muito mais interessante do que nas de Hadley. Gosto de acreditar que são bons escritores e que essa "diferença" foi dada propositadamente e não que se foi a LR que escreveu a parte da mulher, comprove mais uma vez que esta não é uma autora que quero seguir. Foi um livro que me fez sentir um misto de emoções, tanto pelo próprio tema que é dificílimo, como pelas experiência que o casal vai vivendo e nos vai contanto. Tão depressa desejava saber mais como me entediava a ler.

Dez dias Contigo - Linda Howard - Classificação:  8 - Muito bom
Até agora esta autora nunca me desiludiu e este foi outro bom exemplo disso. Não percebo muito bem porque é que a autora não teve sucesso por cá. É realmente uma pena.
Este livro fala-nos de um agente secreto, que apesar de estar de licença, é procurado e atacado. Um ataque que quase lhe custou a vida, não fosse a sua resistência física e Rachel, a mulher que o encontrou e tratou dele, sempre confiando na sua intuição e rezando para não estar do lado errado da barricada.




Os livros foram postos pela ordem em que os li. Obviamente que os comentários não são muito bem comentários e são mais o que me marcou neles e normalmente foram mais as coisas negativas do que positivas.
Entretanto tenho estado a ler uma saga de uma nova autora (para mim): Suzanner Brockmann. Fala sobre SEAL's e esta colecção pertence à série Tall, Dark and Dangerous. Espero que a Harlequin tenha a decência de editar os próximos porque eu quero acompanhar a série e se não editar, provavelmente lá vou ter que comprar em inglês. Seriam só vantagens se o fizesse mas a verdade é que como leio tão pouco, ler em inglês faz com que leia ainda menos porque sou mais vagarosa a ler. Estou no último dos 3 que tenho, depois farei o comentário de todos juntos.

sábado, 15 de outubro de 2011

Blogue "primo"

Tal como eu tinha dito neste post, hoje venho divulgar uma das coisas que andava a pensar fazer e que já tinha começado o projecto quase há um ano.

Então foi ontem que "renasceu" o ainda embrião blogue "primo" deste. É um primo um bocado afastado, tendo em conta que não tem nada a ver com este e que o mesmo se dedica à venda de peças, de vários tipos, em 2ª mão e também novas. Foi assim que então nasceu o "Novo dono: procura-se". Deixo abaixo o link e espero a vossa visita e, quem sabe, alguma compra.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

A Pousada no fim do rio - Comentário

Terminei este livro ontem. Muito por causa das opiniões que tinha lido no fórum da NR, ia com as expectativas muito em baixo, naquela do "é mais um para despachar". Gosto muito de quando me engano e de no final o livro superar aquilo que esperava dele. Não foi o melhor que li da NR, mas foi um livro que gostei bastante.

Ao início a coisa custou um bocado a "pegar" mas há medida que o enredo se foi formando, começou a aguçar a minha curiosidade. Gostei bastante da personagem do Noah, apesar da parte dedicada a ele me ter chateado um bocado. O facto de ele fazer piadas de tudo mesmo quando lhe apetecia ralhar, era um must! A Olivia também era insegura demais mas tendo em conta toda a vida dela e daquilo de que foi privada, é bastante compreensível.
Para minha frustração, Terminei este livro ontem. Muito por causa das opiniões que aqui li, ia com as expectativas muito em baixo, naquela do "é mais um para despachar". Gosto muito de quando me engano e de no final o livro superar aquilo que esperava dele. Não foi o melhor que li da NR, mas foi um livro que gostei bastante.

Ao início a coisa custou um bocado a "pegar" mas há medida que o enredo se foi formando, começou a aguçar a minha curiosidade. Gostei bastante da personagem do Noah, apesar da parte dedicada a ele me ter chateado um bocado. O facto de ele fazer piadas de tudo mesmo quando lhe apetecia ralhar, era um must! A Olivia também era insegura demais mas tendo em conta toda a vida dela e daquilo de que foi privada, é bastante compreensível.
Para minha frustração, não adivinhei quem era o assassino e desconfiei sempre das pessoas erradas.
Adorei as descrições da floresta, do espaço e mais uma vez gostava de viver num sítio assim, mas não permanentemente, pela mesma razão/dificuldade que o Noah sentia: pouca tecnologia!  ;D Gostei da pesquisa que deve ter sido preciso fazer por causa dos termos usados, os nomes técnicos das plantas, tudo o que fazia dar a Olivia um conhecimento credivel sobre a sua profissão.

Classificação: 8 - Muito bom

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Alterações/Actualizações no blogue

Eu disse que ia actualizando aos poucos. Hoje foi a lista de livros por ler, aqui ao lado direito, que cada vez vai estando maior...

Fiz também umas pequenas alterações. Normalmente os livros tinham um link para o post onde falava da sua compra, assim como os já lidos têm para o post com o comentário. Resolvi então deixar de pôr sinopses e tudo e apenas pôr o link para um site onde tenha a sinopse (FNAC, Harlequin, etc.). Eu bem sei que daqui a tempos os links vão dar a nenhures mas é coisa que não falta é sítios onde ver as sinopses dos livros. Desta forma, vou passar então a fazer uma lista mensal de compras, só para ficar registado que adquiri os livros.

Desta forma, penso que vou tornar o blogue menos aborrecido e poupa-me muito trabalho que, muitas das vezes, era o que me fazia não actualizar o blogue.

Relativamente aos posts dos comentários, ainda não decidi bem como vou fazer. É claro que quero continuar a escrever os meus comentários, quanto mais não seja para futuramente me lembrar do que achei sobre o livro, visto que tenho uma memória tipo peixe... É certo que já me faltam vários e agora já não me lembro suficientemente bem do que li para fazer um comentário em condições. Talvez faça um post com um breve resumo e uma classificação em relação a eles e continue nos moldes anteriores para aqueles que vier a ler.

Entretanto, tenho também que actualizar as wish lists, especialmente a da Geninha, porque já consegui adquirir mais alguns livros que faltavam mas os outros não estão fáceis.

Retirei também a "minha" lista de blogue porque achei que já não fazia sentido. Eu continuo a segui-los mas muitos deles estão como o meu, com muito poucas actualizações.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Update

Todos os dias olho aqui para o blogue, sinto vontade de partilhar algo, sobre várias coisas. O pouco que vou lendo, coisas que se passam no dia a dia, as evoluções da minha VIP, etc. Mas depois penso: eu não sou moçoila dotada de uma capacidade de sintetizar. Quando falo, falo muito, quando escrevo, muito mais ainda escrevo. Muitas vezes sem necessidade, muitas vezes com pormenores que acabam por tornar o que escrevo massador e como eu, enquanto leitora, também perco logo a vontade de ler perante um grande e monótono bloco de texto, também penso que os meus (poucos) leitores também irão sentir o mesmo e então o meu (precioso e escasso) tempo a escrever os posts é inútil e podia ter estado a aproveitá-lo para ler.

Ainda assim e porque tenho que ir passar a ferro (que andei a semana toda a adiar), achei que em meia hora que falta para começar o horário económico, conseguia escrever aqui umas palavrinhas para isto não morrer de vez!

Portanto, vou tentar (sem promessas) nos próximos dias actualizar o blogue, com algumas das minhas leituras, outras coisas que tenho tido em mente, etc. Se não for numa questão de partilhar, quanto mais não seja para as pôr por escrito que, para mim, se torna muito mais fácil de organizar, assimilar e, quem sabe, executar algumas.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Filho, de José Saramago

Este blogue anda desactualizadíssimo, como já é sabido, mas hoje ao ler isto, achei que devia partilhar de alguma forma e então, porque não aqui, no blogue que passou a ser de nós duas mas que cada vez é menos do que alguma coisa?

Já não posso dizer que nunca li nada que Saramago tenha escrito. Apesar de serem poucas linhas, é algo que descreve na perfeição aquilo que se sente: o que é ser pai e consequentemente o que é/foi ser filho.

"Filho é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem.
Isso mesmo! Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, porque é se expor a todo tipo de dor, principalmente da incerteza de estar agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado.
Perder? Como?
Não é nosso, recordam-se?... Foi apenas um empréstimo!"

José Saramago


"...Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, porque é se expor a todo tipo de dor, principalmente da incerteza de estar agindo corretamente..."
Acho que esta frase descreve na perfeição o conceito de (verdadeiros) PAIS.


E com isto vos deixo. Quando tiver mais um tempinho e se ele coincidir com um momento em que esteja inspirada e não muito cansada, a ver se ponho em dia aqui o estaminé. Até ao meu regresso!

sábado, 18 de junho de 2011

Milene Emídio - Escritora

Não é hábito eu falar aqui sobre os autores dos livros (aliás, ultimamente nao é hábito eu falar aqui de nada) mas hoje resolvi contribuir para a divulgação de uma autora portuguesa, que eu conheço pessoalmente. Estou a falar de Milene Emídio, que conheci através do Clube da Nora Roberts e que, apesar de andar um pouco parada na escrita por uns tempos, já tem 2 livros escritos e um terceiro em preparação.
Confesso que nunca li nada dela, muito devido ao facto do tema em que os livros se inserem não fazer o meu género. Em todo o caso, prometo que um dia hei-de ler, quanto mais não seja para ver como é a sua escrita. Entretanto, as criticas por parte de quem já leu o primeiro conto e aprecia o género, são boas.

Como a edição do primeiro livro não teve os melhores resultados devido problemas com a editora, agora acaba de ser novamente editado o primeiro livro, O Vestido, pela editora EuEdito (onde o mesmo pode ser adquirido), com uma nova capa, nova sinopse e alguns melhoramentos.

Fica então a capa e a sinopse do primeiro livro agora re-editado:

O Vestido
Sinopse:
Um vestido, um espelho e uma cigana surgem repentinamente na vida de Inês abrindo-lhe a porta a uma vida que até então
desconhecia.
Nesta viagem sente-se atraída pelo bosque que a chama insistentemente, mas cedo percebe que o chamamento tem outra fonte bem mais obscura.
Mortes e segredos acabam por enredá-la levando-a a uma inevitável conlcusão: a salvação da Herdade está apenas e só nas suas mãos.
Resta-lhe descobrir como. Porém, não esperava conhecer Diogo...

 Pronto, como eu gosto de ajudar toda a gente, especialmente quem merece, aqui ficou a minha contribuição na divulgação desta autora no meu humilde blogue e que espero que ajude a contribuir para o sucesso da mesma.

Beijos e boa sorte, Milene! ; )

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Updates

Olá a todos,

apesar de ter andado desaparecida (nota-se por só agora ter colocado posts com data de há um mês) mas não abandonei o blogue (ainda)...

O trabalho tem sido mais que muito e hoje é um dos últimos dias das minhas "férias", ou devo dizer, ausência de trabalhar no local habitual. Quando estiver com paxorra, hei-de fazer um resumo do que foram estas belas férias. Ainda assim não prometo que esse dia chegue a vir...

Tenho vários comentários de livros atrasados (o último da Robyn Carr, o Calafrio, a Herança de Fogo) sendo que o último só vou comentar quando ler os 3 e faço tudo de uma rajada.
Tenho andado miseravelmente sem grande vontade de ler, muito devido ao cansaço, agora não fisico mas psicológico. Sinto que não estou a dar o devido valor aos livros que estou a ler e que isso me está a fazer ter opiniões algo depreciativas sobre eles. Provavelmente não os irei reler devido à falta de tempo, mas quando fizer os comentários deles, é uma coisa que vou sempre referir, para que não influencie erradamente outras pessoas que até possam apreciar mais do que eu.

Neste momento estou a ler a Herança do Gelo e não fosse aquele horrorosa daquela mãe delas, até se lia muito bem mas tendo em conta que já não ando muito bem, ler aquilo dá-me vontade de praticar pugilismo!

Se conseguir, venho aqui actualizar o bloque mais vezes, mas cada vez tenho menos tempo e paciência e é bem provável que um dia destes deixe mesmo de escrever, pelo menos sobre os livros que compro.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Compras Harlequin Maio

Ficha Técnica:
Título: A Sombra da Noite (2º vol. Saga Paixões Nocturnas BNR)
Autor: Nora Roberts
Tradutor: N/D
Editora: Harlequin
ISBN:
9788467199567
Nº Páginas: 318
Capa maleável

Sinopse:

Na escuridão da noite é quando surgem estas histórias de amor e mistério... Chamavam-lhe Némesis. Ele caminhava pelos becos escuros, sozinho, era a sombra entre as sombras, e era assim que gostava de viver. Até à noite em que salvou Deborah O' Roarke das mãos de um criminoso e redescobriu a calma que residia no seu coração. Passara muito tempo desde que desejara estar com alguém... Deborah era uma idealista promotora do Ministério Público que fazia tudo de acordo com a lei, no entanto viu-se obrigada a fazer um acordo com um delinquente em troca de informação e a partir daí vê-se imersa num mundo perigoso que a levará a conhecer Gage Guthrie, o Némesis... Ela odiava a faceta oculta daquele homem que a salvara, não gostava daquela forma de fazer justiça… Será que podia apaixonar-se pelo fantasma que a salvara na Sombra da Noite?

Ficha Técnica:
Título: Outra Forma de Amar
Autor: Suzanne Brockmann
Tradutor: N/D
Editora: Harlequin
ISBN:
9788467199505
Nº Páginas: 352
Capa maleável

Sinopse:
Também teria de aprender a assumir uma paixão... Para Alan Francisco, Frisco, pertencer à unidade de Operações Especiais da Marinha não era apenas um trabalho, mas algo que definia a sua identidade. Mas uma bala tinha posto em perigo a sua existência... Como ia entrar em combate se mal podia caminhar? No entanto Frisco estava empenhado em recuperar completamente. Contudo, a inesperada aparição da sua sobrinha de cinco anos deixava-lhe pouco tempo para outras actividades que não fossem cuidar da menina. Sabia ainda menos de crianças do que de como iria conseguir recuperar a sua antiga vida com as suas feridas, mas não estava disposto a aceitar a ajuda da sua vizinha Mia Summerton. Ele não precisava da ajuda de ninguém para cuidar da sobrinha, nem para aprender a assumir as suas próprias limitações. Nem, como era óbvio, para se apaixonar.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Inquérito

Uma das "membras" do fórum da Nora Roberts no qual participo está a fazer um trabalho sobre o futuro da s livrarias tradicionais numa era digital. Pediu a todos lá que colaborassem mas como as respostas ainda são bastantes, não custa nada ajudar a rapariga, e além do mais o inquérito é pequenito.

Deixo então o link e espero que possam ajudá-la.

Blog: http://chmeianoite.blogspot.com/2011/05/preciso-da-vossa-colaboracao.html

Parte 1 -> http://patricalao.questionform.com/public/Inqu%C3%A9rito-%E2%80%93-%E2%80%9CQual-o-futuro-da-livraria-tradicional-numa-era-digital%3F%E2%80%9D-%28parte-1%29
Parte 2 -> http://patricalao.questionform.com/public/Inqu%C3%A9rito-%E2%80%93-%E2%80%9CQual-o-futuro-da-livraria-tradicional-numa-era-digital%3F%E2%80%9D-%28parte-2%29

terça-feira, 3 de maio de 2011

Trilogia da Herança

Já há algum tempo que esta trilogia me andava a "fazer comichão". Estive quase a comprá-la em 2ª mão mas acabei por não comprar e ainda bem porque consegui adquiri-la por um preço porreiro.
O primeiro foi à borlix na SDE na compra para uma amiga que não queria nenhum dos livros de oferta e eu aproveitei. O segundo e terceiro volumes foram na promoção leve 3 pague 2 da FNAC online, juntamente com o Oferenda Mortal.

Seguem-se as sinopses dos quatro:



Ficha Técnica:
Título: Herança de Fogo (1º Volume da Trilogia da Herança)
Título Original: Born in Fire
Autor: Nora Roberts
Tradutor: Carla Ferraz
Editora: SDE/Chá das Cinco
ISBN: 9789898032089
Nº Páginas: 266
Capa maleável
Sinopse:

No centro desta obra apaixonante encontramos as irmãs Concannon, mulheres do nosso tempo, que vivem na mágica Irlanda, terra de colinas suaves e lendas antigas. Herança de Fogo é a história de Maggie Concannon. Talentosa e rebelde, Maggie é uma artista que trabalha o vidro. As suas obras de arte são mais do que apenas objectos belos, são reflexos da sua verdadeira natureza. Até que um dia, Rogan Sweeney, dono de uma das galerias mais sofisticadas de Dublin, descobre o seu trabalho. Se por um lado Rogan é um profissional e quer fazer dela uma artista conhecida e bem sucedida, por outro o seu coração atraiçoa-o pois está completamente apaixonado por aquela mulher rebelde e explosiva. Apesar de Maggie sentir o mesmo, uma relação entre ambos nunca poderá ser fácil… ou não houvesse um passado negro a assombrar o futuro.


Ficha Técnica:
Título: Herança de Gelo (2º Volume da Trilogia da Herança)
Título Original: Born in Ice
Autor: Nora Roberts
Tradutor: Carla Ferraz
Editora: SDE/Chá das Cinco
ISBN: 9789898032096
Nº Páginas: 305
Capa maleável
Sinopse:
Quando as tempestades do Inverno varrem a Irlanda, toda a gente fica dentro de casa e os turistas deixam de aparecer. Como tal, até a acolhedora estalagem de Brianna Concannon se transforma num lugar frio e vazio. Mas isso não é um problema para ela, pois se há coisa que Brianna adora é paz e sossego, mesmo quando o vento gelado uiva nas janelas. Grayson Thane é um escritor norte-americano que cresceu num orfanato e sempre viveu sozinho. Assombrado por um passado que anseia esquecer, chega à estalagem de Brianna à procura de isolamento e inspiração para o próximo romance. Mas o destino oferece-lhe muito mais do que isso. A beleza de Brianna conquista o seu olhar, e a serenidade dela apazigua a sua alma irrequieta. Mas poderá o fogo nascer em dois corações tão gelados?
 
Ficha Técnica:
Título: Herança de Vergonha (3º Volume da Trilogia da Herança)
Título Original: Born in Shame
Autor: Nora Roberts
Tradutor: Ana Beatriz Manso
Editora: SDE/Chá das Cinco
ISBN: 9789898032102
Nº Páginas: 272
Capa maleável
Sinopse:
Shannon Bodine é uma talentosa ilustradora numa das mais prestigiadas agências de publicidade de Nova York. Mas a sua vida dá uma reviravolta quando descobre a identidade do seu verdadeiro pai: Thomas Concannon. Respeitando a última vontade da falecida mãe, Shannon ganha coragem e viaja até à distante Irlanda. Mas quando lá chega, a sua solidão e vergonha desaparecem na alegria da família que ela nem sabia existir. E na linda paisagem irlandesa, impregnada de lenda e misticismo, Shannon descobre finalmente a possibilidade de um amor que estava predestinado. Herança de Vergonha continua a história das irmãs Concannon, mulheres dos nossos dias, ligadas pelo espírito intemporal da sua terra. 


Ficha Técnica:
Título: Oferenda Mortal (7º Volume da Série Mortal)
Título Original: Holiday in Death
Autor: J. D. Robb
Tradutor: Marco Neves
Editora: SDE/Chá das Cinco
ISBN: 9789898032928
Nº Páginas: 274
Capa maleável
Sinopse:
A tenente Eve Dallas está em perseguição de um assassino em série que aterroriza a cidade de Nova Iorque nas vésperas do Natal. Com o auxílio do seu próprio e intrigante marido, Roarke, Eve desvenda segredos que ligam as vítimas: segredos que envolvem patronos e clientes de uma agência de encontros. O caso começa a afectar Eve pessoalmente e traz-lhe de volta memórias de uma infância de abusos, mas isso só irá reforçar a sua determinação em apanhar o assassino a qualquer custo. Mas será que no Natal, Eve vai receber a pior prenda da sua vida?

domingo, 1 de maio de 2011

Dia da Mãe

Apesar de eu já ter passado por um dia da mãe enquanto mãe, o sentimento não é igual ao deste ano e certamente é diferente do que será nos próximos anos em que a minha filha vai perceber o verdadeiro significado deste dia.
Como vocês sabem, eu não sou muito dada a mariquices mas a prendinha que ela trouxe do jardim infantil,e os mails que tenho recebido a desejar feliz dia da Mãe, já me começam assim um bocado a puxar a lagrimita. Isto deve ser a PDI...
É desta forma que desejo um bom dia a todas as mães do mundo, em especial à minha, que ainda hoje faço conta de lhe ir pedir colo. E exclamam vocês: "COLO?!? Uma gaja deste tamanho a pedir colo à mãe??" Pois eu acho que toda a gente o devia fazer. Faz-me muita confusão (apesar de respeitar) as pessoas que não são dadas a carinhos corporais, tais como beijos e abraços. Acho que há poucas coisas melhores e mais reconfortantes no mundo do que os braços e um peito onde encostrar a cabeça do que os dos nossos pais, em especial, da mãe (pois, eu sei que há excepções mas estou a falar de VERDADEIRAS MÃE S e não só aquelas que pairem os filhos). Eu sempre me lembro de andar a pedir beijos e abraços à minha mãe e a dar-lhe também, que ela por vezes até se passava por eu ser tão chata. Mas agora eu sei, que lá no fundo, ela gostava, porque se ela sentia o mesmo que eu sinto quando a minha pingarelha de dá a mim (mesmo lá à maneira dela, como mordidelas e baba por todo o lado), então acho que posso fazer disso ocupação: receptora de beijos! :P

Posto isto, deixo aqui apenas um link sobre o Dia da Mãe/Dia do Trabalhador (que este ano coincidem e muito bem) que fiz ali no blogue irmão (a respectiva fonte da história está referida lá) e que está genial. Não sei quem o escreveu originalmente, mas quem quer que tenha sido, com certeza, será uma grande mulher e grande mãe.

Deixo também o conteúdo de um mail que recebi do dia da mãe, este vindo da Dodot (eles que me perdoem por estar registada e não ser cliente assídua dos produtos) mas que está supimpa e que puxa à lagrimita:

Mamã, quero agradecer-te

Porque te habituaste a andar
sempre com uma nódoa minha ao peito.

Porque passas noites acordada ao meu lado
e continuas a ser a mamã mais bonita do mundo.

Porque me contas a história que me leste
mais de mil vezes com a mesma emoção.

Porque conheces o meu quarto de cor para entrares
às apalpadelas de noite e acalmares-me com um beijo.

Porque fazes desaparecer o meu boneco preferido
num dia e, no dia seguinte, ele aparece
mais limpinho que nunca.

Porque deixas espaço na tua mala
para também levares as minhas coisas.

Porque, quando está frio, não te cansas de
me pôr o gorro cada vez que o tiro.

Porque continuas a cozinhar a comida mais
deliciosa para mim, mesmo sabendo
que alguma acabará no chão.

Porque deixaste de pensar em ti
para pensares em nós.

Porque me deixas invadir a sala
com os meus brinquedos de mil cores.

Adoro-te, Mamã!


Além de ser uma fofura, é muito verdade tudo o que está ali escrito e por isso é melhor do que qualquer poema. Melhor mesmo, só se fosse dito por ela! A seu tempo...

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Compras Harlequin Abril

Ficha Técnica:
Título: Turno da Noite (1º vol. Saga Paixões Nocturnas BNR)
Autor: Nora Roberts
Tradutor: N/D
Editora: Harlequin
ISBN:
9788467199550
Nº Páginas: 317
Capa maleável

Sinopse:


Na escuridão da noite é quando surgem estas histórias de amor e mistério... A vida de Cilla O’Roarke, uma atraente locutora de rádio de Denver, está a ser ameaçada através de chamadas telefónicas. O detective Boyd Fletcher será o encarregado de a proteger... Mas quem protegerá o seu coração? A sua voz era rouca, suave e potente, mas foram as contradições de Cilla que fascinaram o detective Boyd Fletcher: a vulnerabilidade que existia por baixo da sua carapaça. A locutora do programa da noite Cilla O’Roarke tinha de ser protegida a qualquer preço, mas a sua personalidade começava a afectar o seu protector. Tudo pode acontecer no Turno da Noite...

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Faz hoje 1 Ano

... que passei o dia inteiro no hospital, apesar de ter ido para lá bem e sair bem (não no mesmo dia) passei um bocadito "apertado" lá pelo o meio;
... que fiquei fã da epidural;
... que senti algo impossível de descrever por palavras. Por muito que se diga, conte, adjective, nada é capaz de descrever o que se sente ao ver quem esperámos durante 9 meses;
...que a minha "parceira de blogue" espreitou cá pra fora pela primeira vez, a chorar a plenos pulmões.

É por isso, que quero agradecer por ter tido a oportunidade de ter uma das melhores experiências da minha vida, por a ter tido quando quis e especialmente, porque quis, e por ter o maior de todos os objectivos e a maior responsabilidade que já adquiri até hoje.

Passámos vários maus momentos. Não sinto saudades dos primeiros 3 meses, em que as duas chorávamos uma para cada lado, uma com dores que não consigo descrever e outra com um sentimento de impotência por não conseguir aliviá-las. Apesar de agora estarmos a atravessar uma fase complicada de afirmação e muita teimosia que quase me fazem arrancar os cabelos, continuo a não me arrepender de nada até aqui e espero vencer este e todos os outros pequenos e/ou grandes contratempos que possam surgir.

Por isso, meu bebé, a mãe está também hoje de parabéns, por te ter. E o pai também.


segunda-feira, 28 de março de 2011

Lembranças Macabras - Tess Gerritsen

Ficha Técnica:
Título: Lembranças Macabras
Título Original: The KeepSake
Autor: Tess Gerritsen
Tradutor: Lidia Geer
Editora: Circulo de Leitores
ISBN: 9789724246673
Nº Páginas: 317
Capa dura
Sinopse:
Nas caves de um museu de Boston, um meticuloso assassino deixa pequenas mensagens dentro do corpo das suas vítimas. As múmias, quase esquecidas, são afinal vítimas de alguém fascinado pela cultura e pelos antigos rituais de morte egípcios. Maura Isles, médica forense, e Jane Rizzoli, detective, cedo percebem que a chave do mistério reside na arqueóloga do museu, a quem o criminoso parece querer ofertar as mortes. Aliando suspense a um exímio conhecimento médico-científico, Tess Gerritsen constrói um inquietante enredo de sólidas e surpreendentes personagens. Presentes nos seus livros, estas personagens inspiraram a criação de uma série televisiva.  

segunda-feira, 21 de março de 2011

Naquele Tempo - NR & J.D.Robb

Hoje chegou-me este livro que comprei em 2ª mão, através da Bibliofeira. Mais uma vez, felizmente, tive sorte com a compra porque o livro está como novo.
Já há alguns anos eu comecei a ler este livro (na altura emprestado) e ainda li a parte da NR toda e comecei a da J.D.Robb. Nessa altura ainda eu não estava bem dedicada a ler policiais (e nem topei que existia O Roarke :P ) e acabei por o devolver à dona. Claro que quando o ler, vou ter que ler do ínicio porque já não me lembro de nada.
Apesar de ter sido o primeiro livro da J.D.Robb a ser editado pela SDE (por causa da mistura das duas "autoras" no mesmo livro), este é o 20º livro da série.
Aqui fica a sinopse:



Ficha Técnica:
Título: Naquele Tempo (20º Volume da Série Mortal)
Título Original: Remember When
Autor: J. D. Robb e Nora Roberts
Tradutor: N/D
Editora: SDE/Chá das Cinco
ISBN: 9789898032270
Nº Páginas: 384
Capa maleável
Sinopse:
Laine Tavish é dona de uma loja de antiguidades chamada Naquele Tempo. É uma mulher discreta e vive uma vida igualmente discreta numa pequena localidade de Maryland. Pelo menos, isso é o que toda a gente pensa. Na verdade, o seu nome é Elaine O'Hara e é filha de Big Jack O'Hara, um dos mais conhecidos bandidos do seu tempo. E o passado de Laine acaba de a encontrar... de uma forma bem dramática. O seu tio, há muito sumido, aparece de repente na sua loja, apenas para deixar um aviso misterioso antes de ser atropelado mortalmente na rua. Pouco depois, a casa dela é revirada por assaltantes. Agora cabe a Laine e a um homem deliciosamente misterioso chamado Max Gannon, descobrir quem anda atrás dela, e porquê. A resposta está num tesouro escondido, um tesouro que vai mudar não só a vida de Laine mas também a de futuras gerações.

sábado, 19 de março de 2011

Dia do Pai

E foi assim que este ano a nossa VIP presenteou, pela primeira vez, o seu papá com uma prenda do Dia do Pai:

 



Ele não é muito de expressar sentimentos, mas ficou bem babado! :P

sexta-feira, 11 de março de 2011

Dance with the Devil/Dança com o Diabo - Comentário

Este é o 4º livro da Série Dark-Hunters e a leitura dele foi um bocado diferente das anteriores. Tal como já vos tinha dito aqui, tinha este livro em inglês e em português e li no primeiro com consulta do segundo, sempre que necessário.
Claro que ao início, havia várias palavras que não conhecia. Umas que fixei logo e outras que por muito que as visse, quando cheguei ao fim do livro, continuava a não me lembrar o que queriam dizer se não as visse incluídas na frase. Ainda assim, não tive dificuldade a ler o livro e li-o tão "rápido" como teria lido um em PT.

Passando então à história, neste livro a SK fala-nos de um personagem que já tinha sido apresentado no livro anterior: Zarek. Um dos mais temidos predadores da noite, Zarek foi exilado para o Alaska há muitos anos, como castigo por um crime de que era acusado e do qual sempre se convenceu que era culpado, mantido longe de tudo e de todos, inclusivamente, dos seus colegas.
Por um último acontecimento que correu mal (falado no último livro), Zarek foi então condenado à morte. Acheron que, apesar de tudo, o entendia melhor que qualquer outra pessoa, não se conformou com a decisão de Ártemis e obrigou-a a dar-lhe uma hipótese de ser submetido a um último julgamento antes de ser executado. Apesar de não gostar, Ártemis deu essa hipótese a Zarek que teria que convencer uma semi-deusa de que era inocente e dessa forma escapar ao seu destino.
Astrid, era uma semi-deusa do Olimpo (ou ninfa) que durante toda a sua vida julgou pessoas e era conhecida por nunca ter absolvido ninguém. Sendo a irmã mais nova das Parcas, o percurso para a absolvição de Zarek não se avizinhava nada famoso... Com uma ideia pré-concebida da pessoa que era Zarek, Astrid foi para a terra para o julgar e para que pudesse ser o mais imparcial possível, abdicou da sua visão, para que o aspecto exterior dele não pudesse ser uma influência. Para a ajudar, tinha o seu companheiro Sasha, um predador do homem que se transformava em lobo e que era como o seu "animal de estimação".
Ao invés de ser Zarek a tentar convencer Astrid de que era inocente, foi precisamente o contrário. Habituado a uma vida inteira e longa de sofrimento e de ser tratado pior que um animal, era dificil para Zarek aceitar algo bom de alguém, mesmo que isso fosse o que mais quisesse na vida.

Gostei de ler o livro mas tal como já me aconteceu no anterior, parece que tenho vindo a gostar cada vez menos deles. Gosto de ler sagas precisamente pelo seguimento que algumas personagens têm nos vários livros e neste caso, apesar da história daquelas personagens que aparecem sempre (Acheron, Ártemis, etc.) se ir desenvolvendo, parece que falta qualquer coisa para entusiasmar mais.
Apesar de tudo gostei da história, que se centra maioritariamente no sofrimento sobre-humano, fisíco e psicológico, que uma pessoa consegue aguentar e as motivações para continuar a querer viver.
Gostei especialmente do final que, como é óbvio, tem happy-ending. É bom pensar que na vida real talvez haja pessoas que consigam alcançar a sua merecida felicidade, depois de tanto sofrimento.

Deixei este comentário para o fim, porque na realidade não é sobre a história mas sobre o livro em português. Uma vez que me socorria várias vezes dele, especialmente ao ínicio, reparei que a sua tradução estava má, bastante má. Não só havia traduções à letra (muitas delas que nem eu traduziria assim e não sou tradutora) e pior que isso, linhas/parágrafos cortados. Reparei nisso porque normalmente acontecia em frases em que eu não conseguia perceber bem o sentido da frase e qual não foi o meu espanto quando vejo que na tradução, pura e simplesmente, também não tinham colocado a frase.
Eu não gosto de falar mal do trabalho dos outros mas o que é certo é que as traduções dos livros que tenho lido editados pela SDE (e estou apenas a falar de NR, J.D.Robb e SK) tem estado miseráveis nos últimos tempos. Ainda assim, deixa-me mais descansada saber que a editora tem estado a fazer esforços para melhorar esta situação, passando mesmo pela substituição dos tradutores e revisores.
Vou continuar a ler a série em Inglês. Já tenho os próximos 2 livros mas resolvi fazer uma pausazinha do inglês para descansar "as vistas" e a "lingua". Não foi o facto da má tradução dos livros em PT que me fez optar por esta solução (apesar de ter ajudado) mas sim por os livros originais serem mais baratos (ainda que eu esteja a comprar a versão paperback que não tem tanta qualidade) e porque a série já está muito mais à frente.

Classificação: 7 Bom

quinta-feira, 10 de março de 2011

Compras Harlequin Março

Ficha Técnica:
Título: Novos Horizontes (6º vol. Saga Os Stanislaski BNR)
Autor: Nora Roberts
Tradutor: N/D
Editora: Harlequin
ISBN:
9788467195453
Nº Páginas: 320
Capa maleável

Sinopse:

A mulher que o seu corpo desejava não era perfeita para ele. Kate Kimball voltara as costas à fama e ao glamour e tinha regressado a casa para começar uma nova vida. A única coisa melhor do que o esplêndido e ruinoso edifício onde ia montar a sua escola de dança era Brody O’Connell, o fascinante empreiteiro que ia encarregar-se da remodelação daquele lugar. Não era habitual encontrar-se com uma mulher tão bela, sensual, provocadora e tão irritante como Kate. Mas Brody estava empenhado em resistir o seu encanto arrebatador. Aquela mulher era, nem mais nem menos, do que a filha mimada e perfeita de Natasha Stanislaski... Não era a mulher indicada para ele. No entanto, cada milímetro do seu ser suplicava-lhe que lutasse por torná-la sua...
 
Ficha Técnica:
Título: Sempre Fiel
Autor: Robyn Carr
Tradutor: N/D
Editora: Harlequin
ISBN: 9788467195422
Nº Páginas: 384
Capa maleável
Sinopse:

Um amigo fiel, um marido para o resto da vida. Em questão de meses, Vanessa enterrara o marido e tinha dado à luz o seu filho, sentindo num momento como o seu coração parava e, no momento seguinte, como se enchia de alegria. Mas o único homem com quem queria partilhar essa nova ilusão pela vida comportava-se como se ela não existisse. Paul Haggerty vivia de acordo com o lema dos Marines: «Sempre fiel». Sempre fiel ao seu melhor amigo, tinha tentado consolar a sua viúva o melhor que pudera e soubera, tendo em conta que estava secretamente apaixonado por ela há anos. Naquele momento da sua vida, justamente quando estava prestes a fazer o primeiro movimento nessa direcção, ela reclamava-lhe algo que dificilmente lhe podia negar...

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Prendas atrasadas

Ainda do Natal e do meu aniversário, hoje recebi 3 livros das meninas Ana e Sónia Cristina, no nosso piqueno encontro domingueiro.
Depois de um almoçarico que até nem correu mal, tendo em conta que fiz uma coisa que nem eu nunca tinha feito cá em casa, bora lá então trocar as prendas, sim, porque eu também ainda aqui tinha as respectivas prendas delas do Natal.
Andam as duas a ver se me desgraçam e me viciam no inglês e então vai daí que me ofereceram os seguintes livros:


Ficha Técnica:
Título: Kiss of The Night (5º Vol. Dark-Hunter Series)
Autor: Sherrilyn Kenyon
Editora: St. Martin's Paperbacks
ISBN: 9780312992415
Nº Páginas: 384
Capa maleável
Sinopse:
Wulf is an ancient Viking warrior with a useful but extremely aggravating power-amnesia. No one who meets him in person can remember him 5 minutes later. It makes it easy to have one-night stands, but hard to have a meaningful relationship, and without true love he can never regain his soul. When he finally meets Cassandra, the one woman who can remember him, she turns out to be the princess of the cursed race he's sworn to hunt-and forbidden to him. The two of them must face ancient curses, prophecies, and the direct meddling of the Greek gods to find true happiness at last.

Ficha Técnica:
Título: Night Play (7º Vol. Dark-Hunter Series)
Autor: Sherrilyn Kenyon
Editora: St. Martin's Paperbacks
ISBN: 9780312992422
Nº Páginas: 384
Capa maleável
Sinopse:
Bride McTierney has had it with men. They're cheap, self-centered, and never love her for who she is. But though she prides herself on being independent, deep down she still yearns for a knight in shining armor.
She just never expected her knight in shining armor to have a shiny coat of fur...
Deadly and tortured, Vane Kattalakis isn't what he seems. Most women lament that their boyfriends are dogs. In Bride's case, hers is a wolf. A Were-Hunter wolf. Wanted dead by his enemies, Vane isn't looking for a mate. But the Fates have marked Bride as his. Now he has three weeks to either convince Bride that the supernatural is real or he will spend the rest of his life neutered--something no self-respecting wolf can accept...
But how does a wolf convince a human to trust him with her life when his enemies are out to end his? In the world of the Were-Hunters, it really is dog-eat-dog. And only one alpha male can win.
 
Ficha Técnica:
Título: Kiss of Midnight (1º Vol. Midnight Breed Series)
Autor: Lara Adrian
Editora: St. Martin's Paperbacks
ISBN: 9780553589375
Nº Páginas: 402
Capa maleável
Sinopse:
He watches her from across the crowded dance club, a sensual black-haired stranger who stirs Gabrielle Maxwell’s deepest fantasies. But nothing about this night—or this man—is what it seems. For when Gabrielle witnesses a murder outside the club, reality shifts into something dark and deadly. In that shattering instant she is thrust into a realm she never knew existed—a realm where vampires stalk the shadows and a blood war is set to ignite.
Lucan Thorne despises the violence carried out by his lawless brethren. A vampire himself, Lucan is a Breed warrior, sworn to protect his kind—and the unwitting humans existing alongside them—from the mounting threat of the Rogues. Lucan cannot risk binding himself to a mortal woman, but when Gabrielle is targeted by his enemies, he has no choice but to bring her into the dark underworld he commands.
Here, in the arms of the Breed’s formidable leader, Gabrielle will confront an extraordinary destiny of danger, seduction, and the darkest pleasures of all. . . . 


domingo, 13 de fevereiro de 2011

Maré de sorte

Só para não estar a fazer demasiado "off-topic" no post anterior, fica neste as restantes aventuras do dia, que me puseram com um extremo mau humor!

Além de ir levar a minha mãe ao hospital para ir visitar o meu pai que estava internado, iamos também às compras. Ia a meio do caminho quando de repente me lembrei que não tinha levado o livro repetido da minha VIP e o talão com os livros do Winnie que comprámos e não tivemos os 50% de desconto. Claro que levei logo uma recriminação por parte do MQT mas o que é certo é que sabe andar com a filha ao colo a ensarilhar atrás de mim quando ando a arrumar as coisas antes de sairmos de casa, mas não se lembra de me ir perguntando se tenho tudo o que é para levar ou agarrar também em alguma coisinha!
Depois foi a cena da Bertrand que já contei no post anterior. O pior de tudo é que antes de eu ir lá comprar, já tinha passado em frente ao Continente e não tinha visto aquela "toalha de mesa de banquete" pendurada a anunciar os 20% na livraria!
Depois disto, lá fomos às compras e como o aniversário da pingarelha está quase à porta, aproveitei que tinha um talão de desconto para comprar já algumas coisas para o aniversário, assim como mais toalhetes e outras coisas que não eram precisas este mês mas que ia aproveitar. Pois, chego à caixa, já quase tudo passado e quando vou a sacar dos talões da carteira, bato com os olhos no de 5% que eu sabia que tinha mas pensava que já estava prazado. Guess what? Não estava! O que quer dizer, que se aquele não estava prazado, então o dos 10% ainda não estava em vigor e começava daí a 2 dias! Bem, não sei se conseguem imaginar a sensação que tive. Deu-me vontade de agarrar no que faltava passar na máquina e ir repor nas prateleiras! Senti-me tão mas tão estúpida, que me apeteceu bater-me a mim mesma! Eu gosto de descontos, certo, mas gosto especialmente de aproveitar as oportunidades e fazer "bons negócios".
Depois dos ânimos acalmados e depois de olhar para o talão com olhos de ver, analisei que os vários produtos que tinha trazido com 50% de desconto + os 5% acabaram por ser mais benéficos que os 10% porque nessa altura já não haveria os produtos com 50%. Do mal o menos...